Ricardo Marques

O caminho é pela esquerda , Flávio Dino!

Publicado 20/01/2022 14:04:47 0 comentário


ROMAO_PT_20-01-22

POR PAULO ROMÃO

É, o jogo virou !

Numa entrevista à mídia alternativa, que já reputo como histórica, o Presidente Lula apresentou as premissas do plano de governo federal que o PT e nossos aliados vamos apresentar ao país e ganhar as eleições de 2022.

No centro do debate político, o combate à fome, o desemprego e o retorno de políticas públicas para o povo brasileiro. 

Lula fez considerações precisas sobre o pape das forças armadas e lembrando a cada uma delas o que fez para recuperar o crédito público que ainda detém na sociedade.

Um grande estadista que não confunde o papel das instituições com a ocupação temporária dos cargos de comando no estado brasileiro.

Lula falou da relação nossa com o PSB. Acho a que fome de poder do PSB azedou a negociação em torno da federação partidária.

O PT está fazendo o debate. Mas não vejo mais clima para ceder tanto ao PSB em estados cruciais para o debate político de país.

Mas Lula deu o norte para todos os palanques estaduais e com muita sutileza mandou avisar que no Meu País Maranhão não terá aliança com o PSDB como deseja o governador Flávio Dino (recém-filiado do PSB).

Se Flávio Dino achou que constrangendo o PT publicamente para pagar uma dívida de eterna de gratidão do PT para com ele e com isso dobraria o partido a fazer qualquer aliança proposta por ele, com o PSDB, conforme sua “ escolha pessoal “, quebrou a cara.

Todos reconhecemos o papel dele como destacada liderança política na luta política da esquerda. Ele cumpriu seu papel militante na conjuntura contra a escalada fascista que dominou o país e culminou no golpe contra Dilma, a prisão de Lula, perseguição ao PT e eleição de Bolsonaro.

Eu julgo não haver recompensa eterna pelo papel da militância política.

A condição de governador de Flávio Dino eleito em 2014 teve apoio decisivo da Presidenta Dilma e todos sabemos disso.

Dilma agiu para eleger o Flávio Dino governador do Maranhão em 2014.

Agimos!

Eu vejo como natural e consequente que se embrenhasse na defesa da manutenção do mandato dela como Presidenta da República.

É por isso que somos ou fomos aliados.  Nosso sistema de recompensa por ser militante político da esquerda não é ter apoio permanente para todo projeto que tiver na cabeça, sobretudo este que ajoelha a esquerda maranhense para um filho do latifúndio.

O apoio do PT não será automático para o PSDB como Flávio Dino decretou na cabeça dele e por nos lembrar o tempo todo que ele é aliado nosso e precisa ser recompensando por lutar na esquerda com a gente.

Lula deu a opção política para Flávio Dino se adequar ao jogo político da esquerda.

Indicou que o caminho é pela esquerda, governador!

Se quiser fortalecer o PSDB bolsodória, que fique sozinho.

O PSDB com quem disputamos o país nos últimos 20 anos reconhece que o Lula deve liderar este novo Brasil que quer renascer.

Lula disse muito claramente que quer jogar na esquerda aqui no Maranhão. 

Se Flávio quiser agradar Dória e o PSDB bolsonarento, que fique com eles!

Acredito que brevemente teremos um latifundiário socialista nas hostes do PSB, se quiser contar com o apoio do PT.

Brandão não terá dificuldade de trocar de partido como se troca de roupa ao final.

Já foi tucano, republicano, tucano novamente e está a breves passos do socialismo moreno do PSB.

O Flávio Dino fez um governo relativamente bom para os padrões de governos maranhenses e tem boa avaliação na sociedade.

Deseja fazer uma transição política à direita latifundiária para agradecer o apoio do agronegócio durante sua gestão.

Ele é um forte candidato ao Senado Federal, mas atua como alguém inseguro e incerto da possibilidade de vencer.

Sem a máquina, tudo parece ruir. A arrogância habitual dá lugar ao rugido forte e desesperado dos Leões.

Mas isso já não assusta.

Perdeu o controle sobre sua sucessão, implodiu a Carta-acordo que ele mesmo propôs e meteu Brandão goela-abaixo de toda a base que ainda o apoia. Não honrou a própria palavra.

Luta desesperadamente para impedir nossa candidatura ao Senado Federal pelo PT, mas luta muito mais caninamente para ter o apoio do Grupo Sarney.

Lula avisou, o caminho é pela esquerda, Flávio Dino. Venha para o lado vermelho da força, você e o PSB, de vez. Chega de flertar com este bolsonarismo sem Bolsonaro.

Você lutou bem pela terceira via. Não deu.

Lula mandou avisar que o caminho é pela esquerda!

*Sociólogo, pré-candidato ao Senado pelo PT/MA

Deixe seu comentário aqui


Comentários


Nenhum comentário foi encontrado, seja o primeiro a comentar!